Entrada na pós-modernidade: Nietzsche como ponto de inflexão.

0_dnd6gsywyxyjvezd_

Hegel e seus discípulos não questionaram as conquistas da modernidade. A época moderna encontra-se sob o signo da liberdade subjetiva. Esta se realiza na sociedade como um espaço para a persecução de interesses próprios, assegurada pelo direito privado. Realiza-se no Estado como participação na formação da vontade política. Realiza-se na esfera privada como autonomia e auto-realização ética, e na esfera pública como processo de formação que se efetua pela apropriação da cultura tornada reflexiva. As figuras do espírito absoluto e objetivo assumiram uma estrutura na qual o espírito subjetivo pode emancipar-se da naturalidade das formas de vida tradicionais.

Continue Lendo “Entrada na pós-modernidade: Nietzsche como ponto de inflexão.”

Sobre a vida num mundo líquido-moderno

tumblr_inline_ncfitsMh961sqdy9g

A vida líquida é a vida que se vive na modernidade líquida. Uma sociedade líquido-moderna é aquela em que as condições de ação dos membros mudam numa velocidade maior do que a capacidade deles de consolidar seus modos de ação em hábitos duradouros. Aquilo que valia para uma situação específica no passado rapidamente perde sua validade antes que se possa criar um costume. O valor central é a instabilidade. A sociedade líquido-moderna alimenta a vida líquida, e vice-versa. Ambas não podem manter sua forma por muito tempo.

Continue Lendo “Sobre a vida num mundo líquido-moderno”

A filosofia do iluminismo – A ideia de religião – Ernst Cassirer

tumblr_inline_nbb6rdhTJR1sqdy9g

Cassirer discorre neste capítulo contra a ideia de que o iluminismo se caracteriza essencialmente pelo ceticismo em relação à religião. Essa ideia pode estar presente na filosofia francesa do século XVIII, mas é um equívoco em relação ao pensamento alemão e inglês, por exemplo.

Continue Lendo “A filosofia do iluminismo – A ideia de religião – Ernst Cassirer”

Ética e tradição

anthonygiddensheader

Segundo o sociólogo Anthony Giddens, estamos vivendo numa sociedade destradicionalizada. Isso significa, em resumo, que as tradições já não têm o espaço que tinham nas sociedades pré-modernas. Essa afirmação é importante para diferenciar a maneira com que os valores éticos eram tratados em sociedades arcaicas, e como são tratados agora.

Continue Lendo “Ética e tradição”