O Livro de Eli

tumblr_inline_nadm1alAdF1sqdy9g

“Uma civilização é destruída somente quando seus deuses são destruídos” – Emil Cioran

Esta frase abre o script[1] do filme O Livro de Eli. Para Gary Whitta, autor do script, o filme é sobre o poder destrutivo e pernicioso da religião[2]. Seu argumento sobre a religião pode ser resumido pelo discurso do antagonista, Carnegie (interpretado por Gary Oldman): A Bíblia é uma arma apontada para os corações e mentes dos fracos e desesperados. Sem ela não é possível expandir os limites da dominação das massas. Com ela, é possível reconstruir a civilização mesmo após um colapso.

Continue Lendo “O Livro de Eli”