The Swapper

swapper

Uma resenha de The Swapper (2013), da Facepalm Games.

The Swapper é um jogo sobre filosofia da mente, estrelando Daniel Dennett e David Chalmers numa discussão sobre a possibilidade da consciência existir independentemente do cérebro. Essa discussão é apresentada aos poucos, de modo lento e suave. Você resolve desafios transferindo sua mente para outros corpos. Até que você começa a se perguntar: O que é a mente? Eu sou a minha mente? Se minha mente é duplicada, quem sou eu? É uma experiência interessante do início ao fim. O fato de que o gráfico é feito de argila, como em The Neverhood e The Dream Machine, é um toque a mais.

Este é um jogo classificado como puzzle-platformer, mas não exige muita habilidade assim. O tema é ficção científica espacial. Rochas estranhas foram descobertas num planeta distante. Quando examinadas, revelaram uma atividade eletro-química. Alguns especulam que elas podem estar vivas, e que se comunicam umas com as outras. Você pode até ouvir o pensamento delas. Na verdade, são uma única mente, tentando compreender a mente humana.

Autor: Janos Biro

Você não existe, e eu também não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s