Kairo

kairo.png

Uma resenha de Kairo (2012), da Locked Door Puzzle.

Este jogo me faz sentir como se eu estivesse dentro dos sonhos de um arquiteto alienígena. É impressionante como ele pode gerar tanta coisa com materiais tão simples. Você anda por grandes construções, tentando entender o que elas são. E então você percebe que você é a vida dentro dessas salas vazias. Este jogo é sobre ter uma segunda chance, como indica a dedicatória no final. Você se move de um lugar sem vida para um campo gramado, com uma árvore e um céu azul. É realmente sobre voltar à vida, e isso é incrível. Esta mensagem está lá, sem a necessidade de qualquer palavra.

Kairo começa com um trono no meio do nada. Você está sozinho, não há nada. Mas o nada se torna algo palpável, você começa a refletir sobre o nada. Você entra nesse nada, nesse vazio, e descobre muitos detalhes lá dentro. Coisas que enterrou, preferiu esquecer. Outros tronos, para outros reis, ou talvez de outras épocas do seu próprio reinado. Mas você é o rei de um reino morto e vazio. Você está sozinho. Existe um mundo lá fora, e você não acesso a ele. Existe vida, e tudo que você vê são imagens, códigos, máquinas, vestígios.

Poderiam as máquinas conduzir você de volta para a vida? De onde vem essa luz? De onde vem esse fluxo? Para onde vai? Quem construiu isso? Com que propósito? Onde você está de fato? Talvez num leito de hospital, esperando para acordar. Eu aproveitei cada minuto dessa viagem. Não entendi quase nada, mas o que entendi foi o suficiente para fazer a viagem valer a pena.

Autor: Janos Biro

Você não existe, e eu também não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s